O homem: Origem, queda, redenção e futuro

Quem somos de onde viemos e para onde vamos? Fomos criados ou evoluímos de outra espécie? Porque o homem é tão diferente dos outros seres vivos? Essas e outras perguntas são comuns e todos nós, conscientes ou inconscientemente, talvez já fizemos em algum momento da vida. Veremos abaixo o que a Bíblia, a Palavra de Deus, diz sobre quem é o homem.

A origem do homem

Ao contrário do que diz a teoria da evolução, o homem é um ser criado. Em Gênesis 2:7 diz claramente que Deus criou o homem e usou o pó da terra como matéria-prima para esta criação tão especial. Após fazer o homem do pó da terra, Deus assoprou em suas narinas e lhe deu o fôlego da vida.

Segundo Gênesis 1:24 a 31, o homem foi criado à semelhança de Deus e foi lhe dado o governo sobre todos os animais, plantas e toda a terra.

A queda do homem

O propósito de Deus era que o homem fosse santo, assim como Deus é santo, mas o homem pecou e deste pecado resultou corrupção da humanidade e consequentemente a morte. Somos então criados por Deus, mas afastados de Deus por causa do pecado.

Com o pecado e a queda, o homem tornou-se:

  • Separado de Deus
  • Um ser de natureza depravada
  • Escravo do pecado
  • Condenado a morte
  • Dependente do seu esforço e trabalho para a sobrevivência. A terra foi amaldiçoada e perdeu seu vigor e produtividade por causa do pecado do homem.

A redenção do homem

Como vimos acima o pecado trouxe um grande prejuízo para o homem, mas Deus em sua misericórdia decidiu resgatar o homem e livrá-lo da condenação do pecado. Para isto, enviou seu único filho, Jesus Cristo, para morrer em uma cruz e pegar o preço dos nossos pecados.

A morte de Jesus foi substituta, isto é, nós somos pecadores e ele justo, então, quando ele vai para a cruz há uma troca: ele sendo justo toma a nossa natureza pecaminosa e a leva para a cruz e ao mesmo tempo nos oferece a sua natureza justa e santa para que perante Deus fossemos justificados de nossos pecados.

A responsabilidade do homem

Somos responsáveis por nossas escolhas e decisões. Deus por intermédio de profetas, reis, apóstolos e outras pessoas nos deu a conhecer sua vontade e a nossa responsabilidade em cumpri-la. Tudo isso foi registrado por esses homens e posteriormente catalogado em um livro que chamamos de Bíblia.

A Bíblia mostra a provisão de Deus em tudo e ao mesmo tempo mostra que devemos tomar decisões corretas, reconhecer nossos pecados, reconhecer que o sacrifício de Jesus foi em nosso favor e nos aproximar dele com arrependimento e fé.

Em 1 Coríntios 6:19-20 está escrito:

Será que vocês não sabem que o corpo de vocês é o templo do Espírito Santo, que vive em vocês e lhes foi dado por Deus? Vocês não pertencem a vocês mesmos, mas a Deus, pois ele os comprou e pagou o preço. Portanto, usem o seu corpo para a glória dele.

O futuro do homem

A Bíblia é enfática em afirmar que o homem é eterno. Eternidade significa que após a morte física as coisas não terminam ali. A ideia de que o cemitério é a última morada do homem é falsa e pode ser usada apenas no sentido material. Após a morte há dois caminhos distintos: céu ou inferno.

Céu: morada eterna daqueles que em vida entregaram suas vidas a Jesus Cristo. Que firmaram sua fé na obra redentora de Cristo e viveram a causa do reino de Deus aqui na terra. Não estamos falando de pessoas perfeitas muito menos de merecedores, falamos de pessoas que creram que pelos méritos de Jesus seriam salvos e viveram de acordo com este propósito.

Inferno: morada eterna do diabo, seus anjos e todos aqueles que em vida rejeitaram a obra redentora de Jesus Cristo.

Referências:
Bíblia de Estudos Dake (CPAD)
Conhecendo as Doutrinas da Bíblia (Editora Vida)
Citações bíblicas: NVI – Nova Versão Internacional

// COMPARTILHAR



[ Evangelização ]





 
 
 
 

2007-2012 // evangelizacao.blog.br // Hospedado no UOLHost