Assembleia de Deus. 17 perguntas e resposta sobre a igreja

Perguntas e respostas sobre a Igreja Evangélica Assembleia de Deus. Costumes, tradições, crença, quantidade de membros, batismo, organização, entre outros.

O que é a Assembleia de Deus?

Ela é uma das muitas igrejas evangélicas que existem. Classificada como igreja pentecostal é a maior denominação evangélica no Brasil em número de membros. Apenas a Igreja Católica tem mais adeptos no Brasil do que ela. Veja abaixo o gráfico que mostra esses dados de acordo com o IBGE.

O que significa igreja pentecostal?

No livro de Atos dos Apóstolos, encontramos no capítulo 2 o relato da descida do Espírito Santo sobre os apóstolos de Jesus Cristo que estavam reunidos em oração. Este acontecimento foi no dia de Pentecostes que era uma data importante dos judeus. Os pentecostais são os cristãos que acreditam que o Espírito Santo continua a operar da mesma forma que aconteceu no dia de Pentecostes e outras situações descritas no livro de Atos e em outros.

O que significa as línguas estranhas que são faladas nas igrejas pentecostais, como a Assembleia?

Como explicado acima, um dos sinais da operação do Espírito Santo na igreja primitiva era o de falar em outras línguas, as vezes conhecidas e as vezes desconhecidas e daí vem o termo estranhas. Na verdade ela é estranha ou desconhecida para quem fala ou ouve, por isso este termo.

As línguas são operações do Espírito Santo para edificação de quem fala e por consequência de toda a igreja. Mas é importante destacar que este dom ou esta operação do Espírito não acontece apenas na Assembleia de Deus, mas ele é comum nas igrejas pentecostais e mesmo em igrejas ou movimentos não pentecostais.

Quantos membros esta igreja tem?

De acordo com o Censo de 2010 do IBGE, existe no Brasil mais de 12 milhões de pessoas ou membros desta igreja. No Gráfico abaixo é possível ver como estão distribuídos os evangélicos no Brasil por denominação.

[caption id="" align="alignnone" width="537"]Evangélicos no Brasil Evangélicos no Brasil[/caption]

A Assembleia de Deus é uma ou existem várias?

Existem várias. O nome Assembleia de Deus não é proprietário e muitas igrejas surgiram com este nome. Existem os chamados ministérios, em que cada um deles congrega uma grande quantidade de igrejas, como acontece com o ministério de Madureira, Belém, Missão, Entre outros. Existem também as convenções, como a CGADB e COMANAD que são as duas principais. Existem ainda algumas igrejas Assembleia de Deus que não estão ligadas a nenhum ministério ou convenções.

É verdade que as mulheres são obrigadas a usar saia?

Obrigado não é a melhor palavra. O que existe é uma antiga tradição das mulheres usar saia e este costume varia bastante de região para região e até de igreja para igreja. Nas grandes cidades, por exemplo este costume está bastante enfraquecido, mas em regiões mais interioranas é possível ainda encontrar certa força.

Os que os pastores recomendam é que as mulheres, em especial, tenham cuidado ao se vestir e escolham roupas adequadas evitando a sensualidade, mas hoje há um entendimento que isto não está relacionado a um tipo específico de roupa e sim se ela é uma vestimenta adequada a uma pessoa cristã.

Uma mulher assembleiana pode cortar o cabelo e usar brincos?

Pode. Igualmente ao tópico anterior, existe também tradição quanto a esses costumes e isto também pode variar de igreja para igreja e região para região. Existe alguns textos na Bíblia que foram mal interpretados no passado e por isso gerou certa proibição, mas com o entendimento atual, isto não acontece em muitas igrejas.

A Assembleia de Deus é adepta à teologia da prosperidade?

Não. Pelo menos não oficialmente. O que existe são pessoas que foram muito influenciadas por este falso ensino e acabaram se identificando com ela, mas não é a posição da igreja. Inclusive em boa parte das igrejas este ensino é muito combatido por apresentar sérias implicações.

É importante considerar que as igrejas (congregações) são independentes e tem pessoas que pensam diferente, como ocorre em qualquer ajuntamento de pessoas. Então, embora exista um padrão doutrinário, mas é fato que muitos se deixaram levar pela teologia da prosperidade. Esta contudo é uma opção que não reflete o posicionamento da igreja, nem mesmo chega a ser significativo em termos numéricos dentro da denominação.

A Assembleia de Deus aceita como irmãos, pessoas de outras igrejas?

Sim. Desde que sejam igrejas evangélicas e que tenham os mesmos valores e crenças fundamentais, como a salvação pela fé, a Bíblia como regra de prática e fé, entre outras doutrinas bíblicas.

Ela reconhece o batismo de uma pessoa em outra igreja?

Reconhece, desde que este batismo tenha sido por imersão, em idade adulta (para este fim recomenda-se em torno de 12 anos) e que tenha sido feito em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Os assembleianos são arminianos ou calvinistas?

Não existe documentos oficiais que apontem para um lado ou para outro. Ninguém é obrigado a fazer uma opção, inclusive a maioria nem saberia o que é isso. O que acontece é que o que os assembleianos creem se posiciona mais ao lado da visão de Jacob Armínio e por isso muitos os consideram arminianos. Mas existem calvinistas na Assembleia de Deus e existem aqueles que olham para os dois pontos de vistas sem necessariamente colocar um contra o outro, como ocorre com o editor deste blog. Na teologia, esta posição é chamada de compatibilismo.

Atualmente há uma tendência muito grande neste sentido, especialmente entre os jovens e aqueles que se dedicam a estudar teologia em manter um equilíbrio entre a soberania de Deus e o livre-arbítrio.

No que os assembleianos creem?

Na salvação pela graça de Deus, mediante a fé no sacrifício e pessoa de Jesus Cristo, na Bíblia como inspiração de Deus e regra de fé e prática, Na volta de Jesus, na existência de céu e inferno, na trindade, na atualidade dos dons espirituais, entre outras doutrinas. Você poderá ver a declaração de fé assembleiana neste link.

Por que a Assembleia de Deus é tão grande no Brasil?

Há vários motivos, mas é possível entender isso a partir do modelo de igreja que ficou estabelecido aqui. Desde o início havia uma vocação missionária muito grande e uma capacidade de mobilização sem muitos recursos. Desta forma a igreja foi se estabelecendo em todos os lugares como pode e usando os recursos que havia disponíveis, sem seguir um padrão ou limitações impostas. Outra possibilidade foi o fato dela ter atraído a população mais pobre, especialmente no interior e nas periferias.

Há ainda de se considerar que os pentecostais, em especial os assembeianos creem que o batismo no Espírito Santo é um revestimento de poder dado aos crentes e o fruto disso é uma disposição maior para a evangelização e com isso o resultado esperado é de uma efetividade maior na pregação do evangelho.

Como funciona a hierarquia desta igreja e a sua organização?

Existem as convenções, como é o caso da CGADB – Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil. A convenção é formada convenções estaduais e esta geralmente agrega os ministérios locais ou campos. Os ministérios ou campos tem sempre um pastor-presidente responsável por um grupo de igrejas na cidade ou região.

Mas este modelo está bastante fragmentado pelo fato de existir muitas igrejas que não estão ligadas a nenhum ministério ou convenções.

Quem fundou a Assembleia de Deus e quando ela começou no Brasil?

Foram dois missionários suecos, chamados Gunnar Vingren e Daniel Berg. Eles eram batistas e vieram para o Brasil congregar em uma Igreja Batista em Belém no Pará. De lá eles começaram um ministério independente que Deus início a Assembleia de Deus no Brasil.

Existe Assembleia de Deus em outros países?

Sim. Embora ela seja mais expressiva no Brasil, mas ela está presente em praticamente todos os países, inclusive nos Estados Unidos onde ela tem mais de 3 milhões de membros. Vale lembrar que além do Brasil, alguns países se destacam em números de pentecostais, como a Austrália, Nigéria e atualmente a China que é o local onde ocorre o maior crescimento em termos de novas conversões.

Quais os cultos da igreja e quando eles ocorrem?

Varia um pouco de igreja para igreja, mas geralmente ocorrem dois cultos durante a semana (terça e quinta ou quarta e sexta) e dois no domingo, sendo o primeiro de manhã (Escola Bíblica Dominical) e um anoite.

Se eu quiser frequentar esta igreja, como devo fazer e por onde começar?

Eu recomendaria você começar pela Escola Bíblica Dominical, especialmente se você ainda não frequentou nenhuma igreja evangélica. Esta é uma reunião importante pois ela funciona em um formato parecido com uma escola comum. Em cada domingo é estudado um assunto específico dentro de um calendário trimestral. Há uma revista onde com um subsídio teológico sobre cada assunto e é seria um bom começo para você e sua família.

Seja bem vindo!

Veja o vídeo abaixo e responda a pergunta que é feita no final: