A existência de Deus, sua revelação e atributos

A existência de Deus, a revelação, o caráter e os atributos de Deus: onisciência, onipotência e onipresença. Uma breve explicação da difícil doutrina do amor de Deus.

Siga as playlists no Spotify: Harpa Cristã / Hinos e Músicas Cristãs


Quando olhamos para os filmes, livros, arte e tudo mais que está em nossa volta, veremos que o homem tem um grande interesse pelo desconhecido. Consciente ou inconscientemente o homem busca um ser superior. Há perguntas que precisam ser respondidas satisfatoriamente e é para este ser superior que nossos olhares apontam.

Deus é a resposta para as nossas perguntas. Sem ele, seríamos profundamente perturbados ao olhar em nossa volta e observar a natureza, por exemplo, sem saber como tudo isso veio a existir.

A existência de Deus

Deus existe. Esta é uma afirmação simples e inquestionável, tão inquestionável que a Bíblia se quer se preocupa em afirmá-la. Já nos primeiros capítulos vemos Deus agindo e prossegue por toda a escritura. A mensagem é simples: Deus existe e tudo que ele fez e faz é o suficiente para que o homem saiba que sua existência é inquestionável.

A revelação

Tudo que sabemos sobre Deus foi revelado por ele mesmo, ou seja, ele se auto revelou a nós, sem isso, nada saberíamos. Os cristãos acreditam firmemente que a Bíblia é a revelação escrita de Deus para os homens.

Segundo a Bíblia, esta revelação ocorreu de várias formas e em períodos diferentes, mas a sua grande revelação foi na pessoa de seu filho Jesus, o Cristo que é a imagem perfeita de Deus.

Os atributos de Deus

Onisciente: Ele sabe de todas as coisas passadas, no presente e futuras.

Onipotente: Tem o poder sobre tudo que há. Nada está fora do seu alcance.

Onipresente: Deus está em todo lugar. Não há nenhum lugar na terra ou fora dela onde a presença de Deus não possa ser encontrada.

Um cético chinês disse um cristão: “Se Deus está em todo lugar, então ele está no inferno também”. A resposta foi imediata: “A ira de Deus está no inferno”.

O caráter de Deus

Deus é santo, justo, fiel e bondoso. Esses atributos são muito confortantes, pois indica que ele não irá negar aquilo que prometeu, pois sua palavra reflete o seu caráter.

A conhecida expressão popular: Deus é fiel deveria ser levada muito a sério, pois ela expressa exatamente isso, ou seja, fidelidade em tudo que falou que aconteceria e fidelidade em cumprir todas as promessas que fez.

Isto significa de maneira muito clara que em Deus não há mentira ou engano. Aliás, o único feito que a Bíblia atribui ao diabo é a mentira, dizendo que ele é o pai da mentira.

Deus é amor

O apóstolo João afirma categoricamente em sua primeira carta que Deus é amor. Ele é a essência do amor e ninguém é capaz de amar como Deus ama, pois ele é o próprio amor.

E ele manifestou esse amor por nós, como está escrito em João 3.16: Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu filho unigênito para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.

Contudo, entender o amor de Deus não é uma questão tão simples. O renomado teólogo canadense: Donald Arthur Carson, em seu livro: A Difícil Doutrina do Amor de Deus (CPAD), nos informa que embora o amor de Deus seja único, ele é expressado na Bíblia de pelo menos 5 maneiras:

  • O amor entre o Pai e o Filho
  • O amor providencial de Deus sobre tudo o que ele fez
  • A postura salvadora em relação ao mundo caído (João 3.16, citado acima. Salvação disponível a todos, grifo meu)
  • O amor particular, efetivo e seletivo de Deus em relação aos seus eleitos
  • O amor de Deus dirigido ao seu povo de uma maneira provisional ou condicional à obediência

O livro é curto, mas profundo. Embora não esgote toda a percepção desde amor, é um bom caminho para quem quer entender mais este importante e difícil assunto.

Como conhecer Deus

O relacionamento do homem com Deus não é baseado em conhecimento profundo por parte do homem, mas é baseado na fé em Jesus Cristo. Deus enviou Jesus, para que por meio dele fossemos aceitos na sua presença e desfrutássemos de um relacionamento íntimo.

Veja abaixo uma reflexão sobre o amor de Deus e o Deus do amor:

Referências:

Conhecendo as Doutrinas da Bíblia (Editora Vida)

A Difícil Doutrina do Amor de Deus (CPAD)

Citações bíblicas: NVI – Nova Versão Internacional