Evangelho de Lucas. O filho pródigo, Pai Nosso, Bom Samaritano, outros

No Evangelho de Lucas, Jesus é apresentado como o salvador. Contém parábolas como a do bom Samaritano, Rico e Lázaro, Filho pródigo, entre outros. Leia A Bíblia.

Siga as playlists no Spotify: Harpa Cristã / Hinos e Músicas Cristãs


O Evangelho de Lucas, junto com Mateus e Marcos é um dos três Evangelhos sinóticos, isto é, visto sob a mesma perspectiva. Muitas das histórias e ensinos de Jesus vão aparece nos três livros e em outros casos pelo menos em dois.

Foi escrito provavelmente entre 60 e 63 D.C pelo médico Lucas que além desse evangelho, escreveu também o livro de Atos dos Apóstolos. Lucas não foi um dos doze apóstolos e para escrever seu relato exerceu um trabalho de historiador, como ele mesmo relata no início do livro.

Lucas era médico e o único autor humano não judeu de um livro da Bíblia. Seu evangelho foi escrito para os cristãos não judeus e tinha como propósito mostrar que Jesus Cristo é o Senhor e Salvador.

Naquela época havia um pensamento que Jesus teria morrido apenas em favor dos judeus. Este evangelho serviu para mostrar a todos que não eram judeus que Jesus havia morrido em favor de todos e que todos deveriam se arrepender de seus pecados e receber a Jesus como Salvador.

Veja abaixo os principais assuntos contidos em cada capítulo:

  • 1: A preparação e o anúncio da morte de Jesus
  • 2: Nascimento e infância de Jesus
  • 3: João Batista, o batismo e a genealogia de Jesus
  • 4: A tentação de Jesus, curas e ensinos
  • 5: Jesus chama seus discípulos e realiza curas
  • 6: O sábado, os discípulos, curas e diversos ensinos
  • 7: Jesus e João Batista. Diversos ensinos
  • 8: As parábolas de Jesus, a tempestade é acalmada e outros milagres
  • 9: Herodes, os discípulos, milagres e ensinos de Jesus
  • 10: O envio dos setenta, a parábola do bom Samaritano, Marta e Maria.
  • 11: A oração do Pai Nosso, Jesus é acusado e a repreensão aos fariseus
  • 12: Diversos ensinos e advertências sobre as preocupações da vida
  • 13: O arrependimento e outras importantes advertências
  • 14: A humildade e parábolas ensinando a ter humildade
  • 15: A ovelha e moeda perdida. O filho pródigo
  • 16: O Rico e Lázaro e outros ensinamentos
  • 17: Os escândalos, a fé, o pecado e o Reino de Deus
  • 18: Ensinos de Jesus sobre a humildade e riquezas. Jesus prediz sua morte.
  • 19: Jesus e Zaqueu. Jesus em Jerusalém
  • 20: O pai de família, os impostos, a ressurreição e os fariseus
  • 21: A oferta da viúva e o fim dos tempos
  • 22: A última ceia, a traição de Judas, a prisão de Jesus e Pedro nega Jesus
  • 23: Jesus é condenado a morte e crucificado. Morte e ressurreição.
  • 24: Jesus ressuscita dos mortos, aparece às mulheres e aos discípulos. A incredulidade de Tomé, a promessa do Espírito Santo e sua volta vitoriosa ao céu.

Qual a importância do Evangelho de Lucas?

Quando uma pessoa que não conhece a Bíblia e quer começar a Ler, eu penso que a melhor sequência seria começar por Lucas e depois seguir até o Apocalipse. Depois disso ela poderia voltar e ler Mateus e Marcos, finalmente poderia ler o Antigo Testamento e depois o Novo Testamento completo. Este é apenas um pensamento meu e que pelo menos para mim faz sentido.

Lucas é importante porque foi escrito de maneira a ter um olhar mais amplo, com muito detalhe do nascimento de Jesus, do seu ministério e relatos muito completos da ultima semana. Se você ler junto com Atos dos Apóstolos ai a leitura fica mais completa ainda e da para perceber o enorme e excelente trabalho de pesquisa e a dedicação do Dr. Lucas na composição de sua obra.

Muitos teólogos acreditam que o Evangelho de Lucas e Atos dos Apóstolos sejam uma mesma obra, dividida em dois volumes. É bastante provável que isto seja verdade, uma vez que os dois livros são destinados a uma mesma pessoa e eles Atos tem a clara ideia de sequência.

Bíblia: Leia para ser sábio, creia para ser salvo e pratique para ser santo.