Vou me suicidar! Será que o suicídio resolve?

Será que o Suicídio Resolve? Será que ele é o caminho para resolver seus problemas ou criará outro terrível problema? Leia com atenção este texto e tome uma atitude diferente em sua vida.

Siga as playlists no Spotify: Harpa Cristã / Hinos e Músicas Cristãs


A vida tornou-se insuportável. Aquela doença que eu tanto temia agora faz parte da minha vida.  Alguém que eu julgava ser meu me deixou. As dívidas se tornaram impagáveis. Sinto-me sozinho no mundo, ninguém me entende, me ouve ou estende a mão.  A paz foi embora, a esperança desapareceu e o desespero bateu a porta. O que fazer? Será que o suicídio resolve?

Se este relato faz parte da sua vida, se pensamentos como esses insistem em ficar em sua mente, saiba que o suicídio não resolve nenhum problema, pelo contrário, ele cria outro terrível problema.

Embora pouco divulgado, sabe-se que o suicídio passa pela cabeça de muita gente. Uma grande decepção, uma forte depressão, uma causa aparentemente perdida, entre outros tantos motivos podem levar pessoas a pensar: Vou me suicidar!

Mas será que este é o caminho? Tirar a vida poderá tirá-lo da frente de um grave problema, mas irá colocá-lo frente a outro problema mais grave ainda. Se o pensamento: vou me suicidar já passou ou ainda passa pela sua cabeça, considere muito o que vou escrevi abaixo.

Viver é um ato de obediência a Deus

Deus é o autor da vida. Ele nos criou e a Ele cabe a decisão de encerrar nossa jornada aqui na terra. Portanto, viver é um ato de obediência a Deus. Não cabe a nós tomar a decisão de encerrar a vida.

Suicídio é um pecado imperdoável?

Não. A Bíblia define a blasfêmia contra o Espirito Santo como o único pecado imperdoável, contudo, tirar a vida com as próprias mãos é um pecado que pela lógica, fica difícil dizer que será perdoado.

O suicídio é uma desobediência a Deus.

O que ocorre é que após a morte não há possibilidade de arrependimento ou segunda chance. Como você será perdoado se a última atitude da sua vida foi um claro ato de desobediência a Deus? É uma pergunta difícil de responder, mas a conclusão mais lógica que podemos chegar é essa.

Evidentemente precisamos ter muito cuidado aqui e não tentarmos assentar na cadeira de Deus para fazer aquilo que somente Ele pode fazer. Então é preciso separar casos de casos. Há pessoas que intencionalmente e entendendo as consequências cometem suicídio, enquanto outros o fazer por desespero ou motivado por algo fora da sua própria compreensão ou controle.

Há diferença? Sim, há diferença, mas não podemos afirmar com certeza, pois a Bíblia não diz. Uma parcela significativa dos evangélicos creem que uma pessoa que foi salva (cristão verdadeiro), não perde sua salvação, mesmo no caso do suicídio. Há outra parcela muito significativa que acredita que sim, ou seja, em casos como esse a pessoa, mesmo sendo cristão, perde sua salvação.

É difícil fazer essas afirmações, seja por um lado ou por outro. Sabemos que isto compete a Deus somente.

Jesus é a esperança

Se a sua dor é grande, não deixe o desespero assaltar a sua vida. Creia que há uma saída! Na Bíblia encontramos uma maravilhosa promessa de Jesus:

Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.

Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para a vossa alma.

Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve.

(Mt 11.28-30).

Jesus oferece alívio para o desespero, oferece um novo caminho, uma nova esperança. Ele oferece descanso para a sua alma. A doença não é o fim, a dívida não é fim, a solidão e o abandono não é o fim. Esta vida não é o fim.

Muitos de forma errônea imaginam que tirando a vida terão paz e alívio. NÃO! O alívio está em Jesus. O suicídio não resolve, Jesus sim. Ele curou doentes, levantou mortos, transformou água em vinho, multiplicou pães, perdoou e continua perdoando pecados. A solução para os seus problemas está em Jesus e não no suicídio.

Tome uma decisão agora mesmo. Troque esses pensamentos ruins pela esperança de uma vida de paz. Esperança de encontrar o alívio que você tanto deseja. Entregue sua vida a Jesus, confie nele, pois Ele é capaz de transformar a sua vida, assim como ele já transformou a vida de muitas pessoas, inclusive a minha.

Suicídio! Tire essa ideia da cabeça! Coloque Jesus Cristo em seu coração.