Atos dos Apóstolos: O início da igreja de Jesus Cristo

Atos dos Apóstolos: O início da igreja de Jesus Cristo. Resumo dos capítulos do livro, como era a igreja primitiva e como é a igreja atual. Uma breve comparação.

Siga as playlists no Spotify: Harpa Cristã / Hinos e Músicas Cristãs


No livro de Atos dos Apóstolos encontramos uma narrativa de como foi o início da igreja de Jesus Cristo aqui na terra, o exemplo deixado pelos apóstolos e um padrão permanente para a igreja.

Atos dos Apóstolos foi escrito por Lucas, o mesmo que escreveu o Evangelho segundo Lucas e muitos creem que os dois livros é na verdade uma mesma obra, dividida em dois volumes.

O conteúdo do livro é dividido em 28 capítulos:

  • 1: A Ascensão de Jesus ao céu e a escolha de Matias para substituir Judas
  • 2: A descida do Espírito Santo no dia de Pentecostes e a famosa pregação de Pedro
  • 3: Pedro e João no Tempo - cura de um aleijado e mais pregação
  • 4: Pedro e João interrogados perante o Sinédrio; a vida dos primeiros cristãos
  • 5: A mentira e o castigo de Ananias e Safira; a cura de muitos doentes e a perseguição aos apóstolos
  • 6: A escolha dos sete "diáconos" e a prisão de Estevão
  • 7: O discurso de Estevão no Sinédrio, o apedrejamento e sua morte
  • 8: A perseguição que a igreja sofreu e a dispersão dos cristãos; Filipe em Samaria e Simão, o mago
  • 9: A conversão de Saulo que passaria a ser Paulo; a ressurreição de uma menina
  • 10: Pedro é chamado a casa de Cornélio, prega para eles e eles recebem o Espírito Santo
  • 11: Pedro explica-se à igreja porque entrou na casa de um gentio e a igreja entende que os gentios fazem parte da nova aliança; A igreja em Antioquia
  • 12: Pedro é liberto da prisão milagrosamente
  • 13: A missão de Paulo e Barnabé em diversas cidades
  • 14: Continuação do capítulo anterior
  • 15: O Concílio de Jerusalém e a carta aos cristãos gentios
  • 16: A visão de Paulo, a conversão de Lídia, Paulo e Silas são presos e libertos milagrosamente
  • 17: Paulo em Tessalônica, Bereia e Atenas
  • 18: Paulo em Corinto
  • 19: Paulo em Éfeso
  • 20: Paulo na Macedônia e Grécia; a ressurreição de Êutico em Trôade
  • 21: Paulo vai a Jerusalém, é preso e faz o discurso ao povo
  • 22: O discurso de Paulo; Paulo é levado ao Sinédrio
  • 23: O discurso no Sinédrio, a conspiração para matar Paulo e é transferido para Cesareia
  • 24: O julgamento de Paulo perante Félix
  • 25: O julgamento perante Festo e é levado a Agripa
  • 26: O discurso e defesa de Paulo perante Agripa
  • 27: Paulo é enviado a Roma, a tempestade e o naufrágio do navio
  • 28: Paulo na Ilha de Malta, a chegada a Roma; Paulo prega por dois anos em Roma.

Quem quiser seguir a Cristo deve levar em conta os exemplos dos apóstolos vistos neste livro. Exemplos de santidade, ousadia, sofrimento, oração, fraternidade e união.

As principais características da igreja primitiva, narrada no livro de Atos dos Apóstolos são:

  • As últimas instruções de Jesus e a ordenança de evangelizar as nações;
  • A igreja estava constantemente em oração;
  • A igreja supria os necessitados;
  • Curas e maravilhas eram realizadas pelos apóstolos, dando sequência ao que Jesus tinha feito;
  • Diversas citações de batismo com o Espírito Santo;
  • Grandes pregações e muitas conversões;
  • Os primeiros mártires: Estevão apedrejado; Tiago teve a cabeça cortada;
  • Prisões e sofrimento fizeram parte da vida dos apóstolos;
  • Grande expansão missionária da igreja;
  • A ação do Espírito Santo em favor da igreja.

Com a leitura do livro de Atos dos Apóstolos devemos compreender que servir a Deus está acima de todas as coisas e mesmo em meio às dificuldades e sofrimentos é necessário mantermos o padrão bíblico de obediência a Deus.

Fazendo uma comparação da igreja primitiva com o cristianismo atual, iremos encontrar diferenças discrepantes. Veja algumas coisas que ocorre na igreja atual e não encontramos em Atos dos Apóstolos.

  • Muitas pessoas têm procurado as igrejas evangélicas para obter benefícios materiais apenas e esquecem-se do que é de fato a igreja;
  • A igreja tem sido usada por muitos apenas para “cobrar” bênçãos de Deus;
  • O relativismo é tolerado como normal por muitos. A ideia de pecado passa ser algo muito vago, “depende”;
  • A mensagem pregada é mista, ora Jesus, ora Maria, ora algum teólogo famoso. Sobre isto Paulo escreveu aos Coríntios:
Quero dizer, com isso, que cada um de vós diz: Eu sou de Paulo, e eu, de Apolo, e eu, de Cefas, e eu, de Cristo.

Está Cristo dividido? Foi Paulo crucificado por vós? Ou fostes vós batizados em nome de Paulo?

(1 Co 1.12,13)

Ora, se foi Jesus que morreu por nós, então nosso compromisso e esperança está em Jesus.

A igreja de Jesus Cristo iniciou sofrendo muitas perseguições. Os apóstolos foram presos, alguns apedrejados, outros mortos e tudo isto porque eles davam testemunho de Jesus Cristo.

Eles pregavam era que Jesus havia ressuscitado, subido ao céu e que voltaria. Pregavam que era necessário o arrependimento dos pecados e entregar a vida a Jesus Cristo para obter a salvação.

A mensagem que Paulo, Pedro, Estevão, João, Tiago e outros pregavam naquela época continua valendo para os nossos dias. Ela não caducou, pelo contrário, continua viva e atual para a igreja contemporânea.

Leia o livro de Atos dos Apóstolos e compare como era a igreja primitiva e como é a sua igreja. Será que dá para fazer uma comparação? A mensagem que eles pregavam está sendo pregada na sua igreja? Você como cristão tem encarado o Reino de Deus com a mesma seriedade que os irmãos da igreja primitiva encararam?

Leia a Bíblia. A Bíblia é a palavra de Deus e contém todo o ensinamento que o homem precisa para alcançar a vida eterna.